Gazeta São Mateus

Auto escola Benevides Um exemplo de sucesso

Auto escola Benevides Um exemplo de sucesso

Auto escola Benevides Um exemplo de sucesso
maio 17
13:11 2018

Considerada uma das empresas de maior sucesso em São Mateus, a Auto Escola Benevides é destaque na região. As razões são explicadas por Cléber José Benevides que teve que passar por um longo e penoso esforço e processo para chegar a essa condição. Cléber José Benevides a inaugurou em 2004, um ano após a tomar conhecimento mais de perto do funcionamento desse tipo de atividade. E o fez por obra e graça de um namoro à época. Sua namorada de então trabalhava numa delas.
Segundo Cleber, que já trabalhava na parte administrativa de determinada empresa, a ‘faísca’ foi acionada quando presenciou nessa autoescola um aluno fazendo matrícula deixando o dinheiro que o proprietário da escola, logo depois, usou para fazer apostas em caça níquel do local. O espanto tinha a ver com a facilidade de receber e a ausência de cuidado empresarial do proprietário. Nessa hora, diz ele, decidiu abrir uma autoescola, mesmo com a falta de estímulo da namorada na ocasião, preocupada com a instabilidade e os riscos.
Dai em diante foi atrás de se informar sobre o funcionamento, fazer os cursos necessários, estudar o que precisava e a fazer contas e planejamentos. Na ocasião ele trabalhava também como professor em uma escola privada da região e soube juntar suas ambições de montar o negócio com o público que atendia notadamente jovens adolescentes que, em tese, teriam desejo de tirar sua habilitação em curtíssimo prazo. Deu certo, junto à competência como instrutor / professor, fez amizade às quais manteve depois já prestando o serviço e agora. Nesse quesito as forças do universo conspiraram a seu favor e soube tirar proveito disso.
Decidido e organizado para tal, Cleber alugou um espaço, logo depois outro mais adequado e montou a autoescola, apesar da incredulidade de concorrentes e empresários próximos de outro setor; ninguém apostava tanto quanto ele que poderia dar certo.
Começou com a ajuda do pai, da mãe e de um irmão que trabalhava numa montadora de veículos na região do ABC. Conseguiu trazer alunos, teve que ser muito criativo para superar os obstáculos burocráticos do Detran e o número ainda reduzido de alunos. Não uma ou duas vezes ou temporadas o negócio era apertar de um lado para manter a empresa funcionando.
A compra de veículos, o abastecimento destes, o pagamento dos colaboradores, funcionários, locação de espaços requeria esforços extras e ajuda próxima para quem está começando. Seu irmão, por exemplo, em certa ocasião financiou os veículos que ele precisava. Cleber insistia e começava a mostrar seus dotes de criatividade.
“O principal critério que usava e uso é de entender como eu, por exemplo, gostaria ser atendido por esse serviço e tentar oferecer essa qualidade que exijo para meus clientes. É um critério que funciona muito bem. Algo assim; perguntando a mim mesmo se consumiria o serviço que forneço; quando a resposta é sim, como foi o caso, foi só apostar e melhorar”. Melhorou!
Como estava empenhado em que o negócio crescesse, fosse um diferencial na região, informou-se e preparou-se de toda forma que era possível, passando pelo aprendizado do SEBRAE, por exemplo.
Com a qualidade diferenciada, concorrência reage, mas nem sempre bem
Cleber explicou que a partir do momento em que o serviço de sua autoescola fez aumentar a procura, a concorrência, até então acomodada e sem iniciativa começo a toma-las; entretanto, nem sempre no bom sentido. Foi vítima de sabotagens, de concorrência desleal, dumping, por exemplo, que é quando seu concorrente se dispõe a até abaixar seu próprio preço para ficar com a fatia de mercado. Houve de tudo um pouco, mas muito pouco mesmo da concorrência sadia e leal.
Tá no passado ou tá interferindo menos agora, essa concorrência, ainda é uma questão. O fato é que entre o início das atividades e agora a empresa registrou um crescimento de mais de 1000%. Não foi golpe de sorte, foi esforço, dedicação e talento para identificar as deficiências, as necessidades e supri-las.
Exemplo disso é a autoescola ter adquirido um espaço privado e privilegiado para o treino de motociclistas que antes eram feitas em espaço gratuito, muito disputado e onde os alunos passavam horas sem que pudessem dar um número de voltas suficiente para um bom preparo. Cleber diz que numa relação do tipo: no espaço público, três voltas em uma hora contra 120 voltas em uma hora em seu espaço próprio. Nem é preciso dizer mais.
Decidido pela publicidade como alavanca de negócios
O empresário, diferente do senso comum do empresariado, principalmente os que atuam nos bairros afastados do centro da cidade, conhece o valor e a utilidade de boa propaganda. Já tinha competência e serviços diferenciados, mostrava-os!
Cleber sempre investiu em diversas formas de publicidade, desde a fixação da imagem com brindes, aparição e apoio a eventos sociais públicos, iniciativas coletivas ou em espaços privados como escola e na imprensa regional. “Os frutos com a fixação da imagem crescem, prosperam e faço a colheita”, raciocina.
Melhor e mais diversificado serviço; publicidade, preços competitivos e criatividade permanente, aliados a meta de suprir necessidades fez da autoescola um destaque que extrapolou a região. Há registros de divulgação da qualidade e da diversidade do serviço que ela oferece em programas e mídias nacionais. “Fizeram uma pesquisa sobre as melhores escolas – e a minha foi escolhida, por qualificação, por competência, não por lobby. Fizeram matéria – foi um negócio fantástico me deu outro avanço. Era conhecido em São Mateus agora no Brasil. Mesmo que objetivamente em termos de negócios, pela legislação só posso atender aos munícipes da minha cidade e não de outras”, disse.
Atualmente atende qualquer tipo demanda para as diversas modalidades de habilitação contando com uma frota atualizada de veículos das diversas modalidades, incluindo ônibus e motos; tem seus próprios espaços de treinamento e um CFC agregado completando todo o processo de instrução e habilitação de novos condutores.
Aviso aos navegantes; ou aos comerciantes
O segredo do sucesso não é apenas de uma modalidade só, mas atender do jeito e na qualidade que o consumidor precisa é a fórmula que sempre dá certo.
Quando o empresário faz isso, tenta atender melhor, trata bem seu público alvo, oferece um serviço ou produto que ele mesmo consumiria, a mágica pode acontecer. Tem que olhar para dentro de sua empresa, enxergar o que está errado e corrigir. Quando se fecha no seu negócio, discursando “consome quem quiser” já está no caminho errado.
Divulgar sua marca, suas promoções, estar inserido não de forma inoportuna nas ações sociais na região, também ajuda a firmar marca e ampliar a fatia de mercado.
Só quem aposta e investe criativamente no que faz, apesar dos percalços e dificuldades, como foi o Cleber é que sabe usufruir do retorno sem descuidar momento algum de oferecer o melhor sempre que possível. Sem dúvida alguma um empresário e atividade de sucesso para servir de espelho.

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment