Gazeta São Mateus

Deputado Pedro Kaká faz um balanço do seu mandato

Deputado Pedro Kaká faz um balanço do seu mandato

Deputado Pedro Kaká faz um balanço do seu mandato
dezembro 18
11:52 2017

Na última edição do ano, a reportagem da GSM conversou com o deputado estadual Pedro Kaká (Podemos/SP) em busca de uma conversa descompromissada e um breve balanço de sua ação como parlamentar durante o ano que vai se encerrando. A conversa e a escolha pelo parlamentar faz sentido tendo em conta que Pedro Kaká é antigo morador, empresário ativo na região de São Mateus aonde chegou ao início dos anos 70.
Kaká explicou que tirando o recesso oficial foram exatos nove meses de exercício como parlamentar. “Estou deputado e acho que estou exercendo o mandato com muita dignidade. Aqui cheguei para uma tarefa importante da qual quase recusei e com humildade, muita atenção, respeito aos meus pares e as normas, estou aprendendo bastante”, iniciou. Com muita experiência acumulada como empreendedor e boa formação acadêmica ainda se considera quase um novato na casa das leis que realiza controle, fiscaliza, produz lei para a coletividade.
“Tenho acompanhado a dinâmica dos meus pares. Aqui estão outros 93 deputados, alguns com longa vida parlamentar com 8, 10 mandatos de quatro anos cada um e de pessoas que ocuparam mandatos em executivos, como prefeitos, ou seja, pessoas com muitos conhecimentos específicos. Estou aproveitando disso em forma de aprendizado para encurtar distâncias. Tratam-me com muito respeito e já apresentei emendas às proposições, projetos de leis tendo a sensação que estou no caminho certo, apesar do breve tempo que estou atuando”.
Pedro Kaká confirma sua reeleição
Lembrado pela reportagem que muitas lideranças entendem que por São Mateus com seus três enormes distritos precisar de uma representação eficiente, seu mandato deve ser renovado. Indaga-se, então, se o parlamentar iria concorrer à reeleição.
Em resposta, Kaká lembrou que lá trás quando foi convidado a ocupar a vaga na Assembleia Legislativa de São Paulo, uma vez que tinha votos suficientes para a suplência, refletiu com muito rigor se estaria preparado para o cargo, e quase o recusou. “Estando deputado sou um servidor público que tenho que ter competência, honestidade e muito trabalho e percebi que consigo atender esses critérios”. Era o sinal de que poderá sim, ser candidato na próxima eleição. “Até tempos atrás respondia que não sabia e não sabia mesmo sem uma avaliação rigorosa sobre o seu trabalho como parlamentar até este instante. Feita a avaliação, acredito que esses dez meses me deu mais musculatura e me posicionando junto ao partido de que estaria disponível para o processo eleitoral em 2018, principalmente para conseguir fazer mais e melhor para São Mateus e para a Zona Leste”.
Novamente lembrado pela reportagem que São Mateus tem muitas carências, e que uma representação política conhecedora dessas dificuldades ajudaria, Kaká disse que é quase um deputado distrital porque 70% dos seus votos vieram dessa região. Dai pensar em disputar a eleição se alicerçando também no fato de ser um cidadão de São Mateus.
Mais um desafio a ser enfrentado numa conjuntura onde o povo de uma forma geral, talvez generalizada, está descrente nos políticos. Será certamente uma eleição muito difícil com um possível astronômico número de abstenções, brancos e nulos. Para Kaká, entretanto, as dificuldades são postas mesmo para serem superadas e servirem de aprendizados. Às vezes é da dificuldade que a superação faz avançar. A superação na política; entende Kaká, também demandaria que houvesse uma união das pessoas para o bem comum. Sabe que é difícil, mas continua otimista para construir um futuro melhor. “Estou convicto que estou deputado para melhorar e contribuir para essa sociedade que vivemos. Mesmo como pessoas não devemos apenas sugar, tirar vantagens e ganhos. Temos que produzir, mas também devolver e servir”, filosofa enquanto se recorda de parte de sua história de vida em São Mateus depois de uma infância bucólica e agrícola no Paraná. Sempre trabalhando, estudando, se preparando, Kaká lembrou que já foi até ambulante nas ruas de São Mateus. “Comecei do nada e tudo foi benção de Deus. Por que, agora, não daria minha contribuição que espero valorosa até para criar novos lideres para fazer melhor pela nossa cidade e pela gratidão sempre será lembrada?”, reflete.
Ambulâncias e emendas voltadas para São Mateus
Objetivamente nem um ano se completou do mandato do deputado. Sequer teve a oportunidade de participar de um ano fiscal e legislativo por completo, mesmo assim sempre que pode indicou demandas para a Casa Civil do governo do Estado, portanto ao Executivo solicitando, entre outras coisas, o envio de ambulâncias para algumas cidades e regiões do interior, onde estas fazem muita falta.
Dentro do que lhe cabe na cota de emendas parlamentares tem procurado indicar e levar recursos destacados para a área da Saúde indicando os hospitais de São Mateus e Sapopemba.
As áreas da segurança pública e dos transportes também tem atenção do deputado que está empenhado na conclusão da instalação e funcionamento do Monotrilho até São Mateus e futuramente até a Cidade Tiradentes. Kaká entende que está superada a discussão se o sistema do monotrilho seria ou não o mais adequado para a região. Prefere se empenhar para que esteja em funcionamento o quanto antes.
O Poupatempo móvel também tem sido acontecido por causa das indicações do deputado. O Sebrae móvel no Jardim Rodolfo Pirani e Ermelino Matarazzo bem como um mutirão de mamografia em Itaquaquecetuba em breve a ser oferecida em São Mateus estão dentro das ações planejadas. A revitalização dos equipamentos municipais de atendimento a saúde também são objetos do esforço do parlamentar em ações conjugadas com o prefeito regional e os técnicos da área da Saúde.
Ainda outra iniciativa do parlamentar que incluía ceder em comodato por dois anos um imóvel de familiares para instalação de uma unidade de saúde no Jardim Santa Adélia foi suspensa até que se resolva um problema criado por terceiros, sem nenhuma responsabilidade do deputado e familiares, sobre a titularidade do imóvel no Registro de Imóveis. (LM/JMN)

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment