Gazeta São Mateus

Programa PAI São Mateus é premiado pelo Ministério da Saúde

Programa PAI São Mateus é premiado pelo Ministério da Saúde

Programa PAI São Mateus é premiado pelo Ministério da Saúde
novembro 17
11:32 2017

O Programa de Acompanhante de Idosos (PAI) é um tipo de atendimento domiciliar biopsicossocial, direcionado a pessoas idosas em situação de fragilidade e vulnerabilidade social. A experiência já é reconhecida dentro e fora do país. O trabalho “Programa PAI, reabilitando idosos em São Mateus”, implementado este ano, foi selecionado entre as 12 melhores experiências nacionais, na 1ª Edição do Mapeamento de Experiências de Excelência no Cuidado à Pessoa Idosa no Contexto Domiciliar, promovido pelo Ministério da Saúde e, na última terça-feira (06/12), essa experiência representou o Brasil em um Congresso Internacional no Peru.
O programa disponibiliza a prestação dos serviços de profissionais e acompanhantes, para apoio e suporte nas atividades da vida diárias (AVD) e para suprir outras necessidades de saúde e sociais. A equipe responsável pelo projeto enviado ao Ministério da Saúde elaborou um vídeo com imagens de celular que mostram a assistência promovida pelo PAI aos idosos em São Mateus. O curta será apresentado na cerimônia de 13 e 14 de dezembro, em Brasília, quando ocorrerá a premiação.
PAI em São Mateus
O distrito de São Mateus reúne 16 mil idosos – 120 deles estão sendo acompanhados e reabilitados pelas equipes do PAI. São pessoas em diferentes situações de vulnerabilidade: algumas estavam sem nenhuma mobilidade, outras viviam em isolamento – sem familiares ou amigos para prestar ajuda ou simplesmente conversar.
Existiam, por exemplo, 28 idosos usando cadeiras de rodas ou acamados. Em pouco mais de cinco meses de inserção no programa, nove já conseguiam andar sem apoio. “A gente reabilita e até alfabetiza os idosos. Levamos para o banco, cartório, mas também para visitar museu, rever um familiar que não visitava há anos. Realizamos sonhos também”, explicou a coordenadora do PAI São Mateus, Rosana Aparecida de Oliveira.
Sobre o PAI
O PAI prevê equipes compostas por coordenador, com formação em serviço social; um médico clínico-geral, um enfermeiro, dois auxiliares de enfermagem, um agente administrativo, dez acompanhantes de idosos e um motorista.
Em São Paulo, o PAI teve início em 2004, mas foi efetivamente ampliado na atual gestão. Em 2012, eram 22 equipes de assistência. Hoje são 34 equipes que realizam em torno de 4 mil atendimentos por mês – dentre esses, 600 são realizados nas áreas de abrangência da CRS Leste.
Na Coordenadoria Regional de Saúde Leste, a primeira equipe foi implementada em 2008, em São Miguel, e a segunda em Itaquera, no ano de 2010. Em 2016, o PAI chegou a Ermelino Matarazzo, São Mateus e Guaianases, totalizando cinco equipes.
Autonomia
A iniciativa, que promove autocuidado, autonomia, independência e melhoria do estado de saúde, tem por objetivo evitar ou adiar a institucionalização e oferecer aos idosos em situação de fragilidade clínica uma vida mais autônoma e de melhor qualidade. Visa ainda a promover a quebra do isolamento e exclusão social, além de formar, acompanhar e dar suporte técnico aos cuidadores de idosos.

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment