Gazeta São Mateus

São Mateus quer mais adolescentes cuidando da saúde Projeto desenvolvido em parceria com as escolas da região propõe linguagem acessível para promover saúde e garantir direitos

São Mateus quer mais adolescentes cuidando da saúde Projeto desenvolvido em parceria com as escolas da região propõe linguagem acessível para promover saúde e garantir direitos

São Mateus quer mais adolescentes cuidando da saúde Projeto desenvolvido em parceria com as escolas da região propõe linguagem acessível para promover saúde e garantir direitos
setembro 30
12:09 2016

Falar a língua dos adolescentes. Esse é o desafio encarado pelo Programa Saúde do Adolescente, promovido pela equipe da Unidade Básica de Saúde (UBS) Parque São Rafael, em São Mateus. O programa é direcionado ao acompanhamento do adolescente na prevenção à saúde e conscientização dos riscos e cuidados preventivos contra as doenças sexualmente transmissíveis.
Desenvolvido desde julho, o programa integra as áreas de saúde e educação. Com encontros mensais, as atividades ocorrem na UBS durante o horário de aula. Para participar não há necessidade de inscrição. Nos encontros, são desenvolvidas dinâmicas em grupo e atividades educacionais, além de haver espaço para que os adolescentes possam tirar dúvidas de maneira simples e descontraída.
Em razão das transformações corporais e comportamentais, das dúvidas e desconfianças que fazem parte da adolescência, a pediatra Marcia Lúcia Ferreira Denadai ressalta a importância da atenção para auxiliar na conscientização sobre as descobertas que refletirão na vida adulta. “A intenção da equipe é acolher os jovens, disponibilizar consultas de uma forma diferenciada, que foque nas necessidades do adolescente”, diz a médica, especializada em hebiatria (especialidade que cuida da saúde de adolescentes).
Quebra de resistência
Visitas às escolas e busca ativa nas ruas da comunidade foram os métodos que equipe da unidade encontrou para chamar a atenção dos adolescentes e de convida-los a participarem do projeto. “Nosso maior obstáculo é fazer com que eles venham até a UBS. Há certa resistência. No ponto de vista deles, o posto de saúde está ligado somente a doenças e tratamentos. E essa não é a realidade”, afirma a enfermeira e gerente da UBS Marcia Maria da Anunciação. Ela vê na ação uma forma de atrair e acolher esses adolescentes de dez a 18 anos, que muitas vezes ficam anos sem passar por consultas de rotina, desconhecendo muitos serviços que a saúde oferece.
Os fatores que mais levaram a unidade a escolher essa faixa etária como eixo principal do projeto são o alto índice de gravidez na adolescência, o aumento das doenças sexualmente transmissíveis, o uso abusivo de drogas, e suas consequências, e a falta de perspectivas futuras.
Os adolescentes têm aderido ao projeto com comprometimento e seriedade. Um dos exemplos vem das amigas do Ensino Fundamental Kenia Karoline Freitas da Silva e Karina Martucce de Souza, que participavam do terceiro encontro, junto a outros 20 adolescentes.
‘A equipe é muito legal’
Kenia e Karina afirmam ter adquirido outra visão sobre a prevenção de doenças e cuidados. “Muitas dúvidas que eu tinha foram respondidas pelo pessoal da UBS. A equipe é muito legal, e sempre nos orienta de maneira confortável e discreta. Até consultas eu já marquei através dos encontros”, disse Kenya.
A equipe que atua no projeto é formada por duas enfermeiras, uma assistente social, um dentista e uma médica hebiatra. Aprofundar o conhecimento sobre as práticas sociais, priorizar a qualidade de vida, reduzir o índice de gravidez na adolescência, criar vínculos para estabelecer a comunicação efetiva entre o adolescente, a escola e a unidade de saúde são os resultados que a UBS Parque São Rafael espera alcançar através da ação.
No total, entre julho e dezembro, serão seis encontros. O próximo está marcado para 14 de outubro, às 16h. Ele é aberto à participação de qualquer adolescente. A unidade fica na Rua Dr. Aristides Ricardo, 313, em São Mateus.
Foto e texto: Pablo Aquino

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment