Gazeta São Mateus

Viário da Av. Arquiteto Vila Nova Artigas começa funcionar sábado

Viário da Av. Arquiteto Vila Nova Artigas começa funcionar sábado

Viário da Av. Arquiteto Vila Nova Artigas  começa funcionar sábado
setembro 30
12:13 2016

Depois de muita espera os distritos de Aricanduva, São Mateus e Sapopemba localizados na zona leste da cidade de São Paulo, serão beneficiados com a abertura do prolongamento da Avenida Arquiteto Vilanova Artigas, no trecho da Rua Galena até a Rua Presidente Cipriano de Castro.
A Av. Arquiteto Vilanova Artigas, cujas obras foram iniciadas há quase 40 anos, foi paralisada num trecho de pouco mais de um quilômetro, bem no meio da avenida que tem duas pistas. Desta forma, os moradores passaram a conviver com uma avenida com quase 5 km que não ligava nada a lugar nenhum. Os bairros dentro do trecho interrompido ficaram sem acesso, com pouca iluminação, passando a sofrer com depósito de entulho e lixo, o que degradou a região.
Desde 2013 que a Prefeitura de São Paulo vem estudando as melhores opções para acabar com este problema, e a partir da ordem de execução do projeto das intervenções do córrego Aricanduva, a solução saiu finalmente do papel.
Um dos maiores problemas era à negociação com a Petrobras Transporte S.A. – Transpetro, pois os dutos da empresa passam exatamente no trecho em que a Av. Arquiteto Vilanova Artigas seria prolongada.
Em 2015, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras iniciou as tratativas com a empresa Transpetro, e em tempo recorde apresentou soluções de engenharia que foram aceitas. “As autorizações necessárias para obra eram imprescindíveis para a execução do prolongamento da Av. Arquiteto Vilanova Artigas”, explicou o secretário de SIURB Roberto Garibe a reportagem do Jornal Gazeta São Mateus.
Estão sendo investidos R$ 15 milhões neste novo viário. São duas pistas com 10,5 metros de largura, com calçadas, sistema de drenagem com a implantação de galerias de águas pluviais, muros de arrimo, iluminação, e sinalização. Também está previsto no projeto o recapeamento de todo o trecho existente da Av. Arquiteto Vilanova Artigas. Esta obra além de dar uma nova alternativa viária e desafogar o trânsito da Av. Sapopemba também requalifica o bairro, devolvendo a possibilidade de novos investimentos comerciais na região.
Neste fim de semana começa a funcionar a primeira das duas pistas do prolongamento da Av. Arquiteto Vilanova Artigas, que irá receber os veículos, nesta etapa, nos dois sentidos. Esta é uma das mais importantes avenidas da zona leste e tem a partir desta liberação a função viária necessária aos moradores.
A vereadora Juliana Cardoso disse em entrevista ao Jornal Gazeta São Mateus: “Essa obra é composta de vários segmentos, esse que será entregue sábado, é um dos braços mais importantes desse projeto, que está parado há quarenta anos e vai destravar o trânsito da região. Além de trazer a primeira ligação entre a COHAB Teotônio Vilela e a Avenida Aricanduva. O próximo passo é estabelecer a ligação da Avenida Sapopemba pela Maria Luiza do Val Penteado com a Avenida Aricanduva, desafogando definitivamente o trânsito da Mateo Bei. Essa obra tem o objetivo de devolver a Avenida Mateo Bei aos moradores e comerciantes. A região do Riacho dos Machados é a cabeceira do Aricanduva, se conseguirmos resolver esse problema, criaremos uma nova condição de vida para a região de São Mateus. Essa obra está avaliada em quarenta milhões de reais e prevê a drenagem e fluxo do trânsito. Sem dúvida, este é o maior investimento da Prefeitura até hoje feito na região”Canalização do córrego Aricanduva
As obras do córrego Aricanduva abrangem além da obra do prolongamento e recapeamento da Av. Arquiteto Vilanova Artigas a execução de piscinões, canalização, parque linear Caguaçu e construção de mini-reservatórios. São R$ 366 milhões em obras, com recursos provenientes do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento.
A SIURB está executando as obras de construção do mini piscinão R6, localizado na Avenida Aricanduva com as ruas Manilha, Astarte e João Bueno. A construção das paredes diafragma do futuro reservatório e escavação estão concluídas. Os funcionários começam a concretagem do fundo e início do fechamento do piscinão. O mini piscinão R6, denominado tecnicamente de “pôlder” terá formato trapezoidal com as seguintes dimensões: 15m x 21,70m de lados, 52,20m de comprimento e altura de 3,50m, com capacidade de armazenamento de 3.180 m³. Este pôlder será fechado e funcionará por gravidade durante os dias de intensa chuva. Os cinco pôlders implantados nesta bacia servem para minimizar o impacto das chuvas nos pontos baixos da região.
“As obras do córrego Aricanduva representam um terço do volume de obras de drenagem já em obras ou contratadas para a cidade. Em todas as grandes bacias hidrográficas a Prefeitura licitou, obteve as licenças ambientais, e contratou obras que irão modificar os bairros que antes sofriam com graves enchentes. O investimento passa de R$ 2,5 bilhões. No dia 30, na última sexta-feira, entregamos a última etapa de canalização do córrego Ponte Baixa, na zona sul. Aqui, na zona leste esta é a primeira fase de um conjunto de obras que certamente mudaram o futuro desta região”, declarou o secretário de infraestrutura da Prefeitura de São Paulo, Roberto Garibe.
O novo projeto prevê a construção de mais quatro pôlders: R3, R6, R7 e R8. O R3 está localizado na Avenida Aricanduva, com a Rua Benedita de Paula Coelho próximo a Rua João Geraldo, e terá capacidade de 6.000m³; o R7 fica entre as ruas Cristiano Altenfelder e General Carlos Cavalcante (3.250m³); e o R8 fica na Rua Otávio Vasco do Nascimento com a Avenida Aricanduva (1.980 m³). Estes reservatórios estão em fase de desapropriação de área e demolição dos imóveis já liberados judicialmente.
Também serão construídos dois piscinões: Taboão (129 mil m³) e Riacho dos Machados (150 mil m³), a implantação de parque Linear no entorno dos piscinões Aricanduva 2, Aricanduva 3 e Caguaçu e a canalização de 1,5 km do córrego.

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment