Gazeta São Mateus

Metade da comida do mundo vai parar no lixo

Metade da comida do mundo vai parar no lixo

Metade da comida do mundo vai parar no lixo
março 20
22:36 2015

A fome é, hoje, um dos principais problemas mundiais: cerca de três bilhões de pessoas – que representam quase metade da população do planeta – sofrem com a insegurança alimentar, de acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), que ainda garante que esse número, infelizmente, não para de crescer. E o pior é que a comida que poderia alimentar grande parte dessas pessoas existe e está sendo jogada, todos os dias, na lata do lixo.
O relatório Global Food: waste not, want not (“Comida Global: não desperdice, não queira”, em tradução livre), divulgado nesta quinta-feira (10) pelo Instituto de Engenheiros Mecânicos (Imeche), do Reino Unido, apontou que entre 30 e 50% dos alimentos produzidos anualmente no mundo nunca são ingeridos. A porcentagem representa de 1,2 a 2 bilhões de toneladas de comida, que têm o lixo como destino.
Classificado como “assombroso” pela instituição, esse desperdício de alimentos é consequência de uma série de problemas. Entre eles:
– técnicas insatisfatórias de engenharia e agricultura;
– infraestrutura inadequada de transporte e armazenamento;
– exigência dos supermercados de que os produtos sejam visualmente perfeitos nas prateleiras;
– promoções “compre um, leve dois”, que incentivam as pessoas a levar para casa mais do que precisam e
– claro, falta de consciência dos consumidores.
O desperdício de alimentos ainda provoca o uso exagerado de outros recursos que já estão em escassez, como água e energia. De acordo com o relatório britânico, atualmente, cerca de 550 bilhões de metros cúbicos de água são desperdiçados, todos os anos, na produção da comida que vai para o lixo. E a situação pode ficar ainda pior, se não repensarmos a forma como estamos consumindo os alimentos: segundo o estudo, até 2050, o uso de água no mundo chegará a 13 trilhões m³/ano, sobretudo por conta da demanda para produção alimentícia.
Débora Spitzcovsky Planeta Sustentável

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment